terça-feira, 3 de maio de 2011

Wellington e seus apelidos!


"Uma alcunha ou apelido é uma designação não-oficial criada através de um relacionamento interpessoal, geralmente informal, para identificar uma determinada pessoa, objeto ou lugar, de acordo com uma característica que se destaque positiva ou negativamente, de forma a atribuir-lhe um valor específico."
Muitas pessoas confundem bullying com apelido, mas apelido geralmente é uma  forma carinhosa de chamar uma pessoa, alguns até são, mas muitos podem ser considerado como ofensas, bullying, ou aquilo que te deixa puto e com uma péssima autoestima.
Tenho amigos que gostam de seus apelidos, tem aqueles que nem atendem pelo nome e preferem que se reportem a si através de seu cognome, sorte destes pois muitos odeiam ser apelidados.
-
Eu com uma puta sorte nasci com quase todos os defeitos possíveis que geram vontade em outro ser de te aloprar, zoar, rabiscar, agredir verbalmente e etc.
Da 5ª a 8ª minhas principais características: alto pra caralho, magrelo, aos 14 calçando 43, uma puta cabeçona, e com um nariz avantajado.
Com todas essas características, numa escola pública de Mauá, é pedir pra ser zoado, eram muitas as designações, dentre as que eu lembro: Cabeça de meteorito, cabeça de todos nós, cabeça de jaca, pokemón, cabeça de caixa d'água, Jimmy Neutron, tampa sol, eclipse, cabeça grávida, cabeça de abóbora (tá ligado aqueles cabeção de halloween), astronauta, cabeça quadrada, nave mãe, bola de basquete e etc. Esses são alguns do que se referem a cabeça, haviam mais, porém não consigo lembrar de todos, ao que se refere a altura lembro desses: Torre Eiffel, prédio de pernas, trilho em pé, gigante, boneco de Olinda, poste, espanador de lua, girafa, Tropeço da família Addans, fiscal de trânsito aéreo, vara de apanhar coco, girafáles, notem que não teve nenhum carinhoso até agora, mas eu não ficava pra trás, na sala de aula era assim mesmo, um aloprando o outro, e pra falar a verdade eu dava muita risada nessa época, tinha os dentuços, os gordinhos, o mais magro que eu, o branquelo pimentão, o afeminado, as meninas dos piolhos, o mal vestido, eram muitos, mas acho que eu era uns dos que tinham mais opções de apelidos, pois além dos já citados ainda tinham os do que se referem ao pé: pé de mula, pé de pato, lancha, pezão, sapato de palhaço, papa-léguas, é pois é, minha vida no ensino fundamental não era fácil nesse sentido, ainda não satisfeitos, começaram a me apelidar também pelo o tamanho do nariz, são exemplos: nariz de panela, de coxinha, narigão, Pinóquio, napa, tucano, aspirador de pó, ladrão de oxigênio, Luciano Hulk, número 2 ( 7 monstrinhos, desenho da TV CULTURA), lula molusco, e já na ETE alguns filhos da puta começaram a me chamar de nariz de caju.
-
Bem, isso foi no ensino fundamental, na 8ª série decidi (um dia postarei o motivo) a prestar o vestibulinho da ETE JÚLIO DE MESQUITA, em Santo André, passei, 360 vagas, 2.700 concorrentes, fiquei em 224º, na ETE tudo era diferente em relação as outras escolas do governo, até a forma de apelidar os outros era diferente, geralmente não se apelidava por defeitos físicos e sim por coisas que você falava, hábitos, gosto musical ou se você morasse em Mauá, Diadema ou São Mateus, estava fodido, principalmente se morasse em Mauá, e adivinhem onde eu moro? É isso mesmo, como eu já tinha falado, resido no município de Mauá, melhor ainda em um dos piores bairros dessa cidade, só pra você ter idéia o Habib's Delivery não entrega no meu endereço, mas enfim não é esse o assunto no momento,  eu gosto de Mauá, é uma boa cidade.
Além de morar, na tão conceituada cidade do ABC, eu tinha péssimos vícios de linguagens, falava um português horrível, e escrevia mal também, isso em função de estudar na pior escola do grande ABC, segundo a classificação média do Enem de 2008, bem, minha situação já não era das melhores, fodeu de vez quando eu comecei a me entrosar com a turma, já no primeiro ano, inventaram o meu mais novo apelido: BOKAGE, puta que pariu mano, a sala toda começou a me chamar de Bokage, apelido que deriva de BoCard o Boquinha de Cemitério do TelaClass, isso por causa do meu péssimo português, o apelido faz analogia a uma pessoa que fala muita merda, e desse apelido surgiram muitos outros, que é melhor nem comentar aqui, enfim, sofri com esse apelido até o 2º ano, me esqueceram e começaram, aliás focaram mais a zoação no Pierre, vulgarmente conhecido como MonoBola, o carinha de uma só bola, isso mesmo o MonoBall e no Victor, vulgarmente conhecido como Pochete, que depois virou o carinha que dá o Redondo.
-
Mas para mim apelidos nunca são suficientes, eu precisava de mais, já no final do segundo ano começaram e até hoje me chamam de PAU MOLÃO, PAU MOLE, MOLÃO, MOLINHO e porae vai, esse apelido começou, simplesmente por que em um dia qualquer cantei uma música cujo refrão dizia: PAU MOLÃO, PAU MOLÃO, NO EMBALO DO PAU MOLÃO... ai comecei a chamar uns amigos de pau molão, e o apelido ficou foi em mim, não entendi, mas aconteceu isso de novo quando no meu primeiro emprego na Siscom, comecei a chamar umas amigas de XULAPA, e advinha? quase todo mundo começou a me chamar de Xulapa, inacreditável eu coloco apelido nos outros e o apelido fica em mim, também na Siscom começaram a me chamar de SERJÃO, aumentativo de Sérgio Reis, não sei qual o motivo, talvez por eu ser nordestino e ter a cabeça UM POUCO quadrada.
Apelidos de mau gosto deu pra perceber que eu tenho vários, eu acho normal, já fiquei muito puto por isso, mas hoje dou risada da criatividade dos meus amigos, e eu também zoava, então quem fala o que quer, ouve o que não quer, entre todos esses apelidos, no começo do 3º ano surgiu finalmente um apelido carinhoso, quando conheci as hots( grupo de 5 garotas, lindas da ETE), um apelido simples, porém que não ligo que me chamem assim: Well ou ManoWell hahaha 
-
Por fim, hoje eu dia sou mais conhecido como Pau Molão e derivados, e muitos também me chamam de Well, essa é a história do surgimento de meus apelidos, espero que ninguém use essa postagem contra eu em ocasiões adversas.
E sim eu sou muito fodido na vida, mas muita coisa mudou, essa foi a postagem das desvantagens de ser Wellington, quando eu souber as vantagens também postarei aqui.
Por hoje é só.
E assim começo assim minhas postagens!

Blog do Molão! 

2 comentários:

  1. WELLLLL *--------*
    hahahahah, adorei seu blog, voce escreve muito bem *-*
    saudadees s2

    ResponderExcluir